6º WebFIF – Webdesign FIPP Festival – 2011

O WebFIF é um evento que faz parte da grade oficial da INFOESTE e vem agora em sua 6ª Edição buscar premiar e reconhecer os alunos da instituição que se diferenciam por criarem projetos criativos e de qualidade.

Sempre é bom recordar, e o tema do WebFIF deste ano contou com um tema muito comum em nossas vidas: “Minha Infância, minha adolescência, meu video game.”

E com este tema as equipes concorrentes deveriam desenvolver um website dedicando a um ícone dos games e lógico, seguindo o regulamento do festival.
Grande idéia da organização!

Como todos sabemos a WebFinal participou no ano passado do 5º WebFIF e tivemos um excelente resultado na competição, para os que se lembram, temos até um post anterior no blog falando sobre o feito e o objetivo final alcançado, a Rede Criança que foi o tema no ano passado utilizou por base nosso layout para seu novo site. Porém neste ano devido ao grande número de projetos que estamos envolvidos não pudemos participar diretamente do evento, o mesmo ocorreu com nosso principal rival da disputa, graças a Deus estamos todos abarrotados de serviço.

Sendo assim, alguém deveria entrar e representar a altura o alto nível que a competição tinha.
Foram inscritas 14 equipes na competição e para a surpresa da WebFinal, estávamos representados lá pela nossa Desenvolvedora Débora Rocha e sua equipe Automatos Finitos .

Tendo representação assim, o resultado não poderia ser diferente.
A equipe desenvolveu um excelente trabalho e foi a grande vencedora do Evento!
Gostaríamos de parabenizar a equipe e em especial nossa colaboradora Débora Rocha pelo feito conquistado neste evento!

Segue abaixo uma imagem do layout desenvolvido pela equipe e links para o site do evento e trabalho apresentado pelas equipes.
http://www.unoeste.br/fipp/webfif/equipes.html

http://www.unoeste.br/fipp/webfif/2011/trabalhos/AUTOMATOS/splash_page.html

Resultado:

Sexta .NET – Aula 8 – Desenvolvendo para internet parte I

Boa noite pessoal, semana com novidades, colocamos nosso site no ar e aqui vamos para mais uma noite para os amantes de .NET.

Sexta .NET – Aula 8 – Desenvolvendo para internet parte I

Como funciona um WEB site?

HTML

Nasceu com a finalidade de estabelecer uma forma simples para publicar sites na internet.
Significa de forma literal, linguagem de marcação de hipertexto.
Sua estrutura mais básica compreende da tag “” delimitando o documento, dentro desta tag existe um cabeçalho delimitado pela tag “” e corpo delimitado por “”, onde se coloca os textos, imagens, vídeos…

Comentários em HTML

<!-- Comentário -->

As tags ou marcadores são estruturados da seguinte forma:

<!-- Inicio da tag -->
<nome_da_tag atributo=“valor”>

<!-- Fim da tag -->
</nome_da_tag>

<!-- ou uma tag vazia -->
<nome_da_tag atributo=“valor”>

Definindo o título de uma página.

<html>
<head>
<title>Meu Título</title>
</head>
</html>

Formatando um texto


<html>
<head></head>
<body>
<strong>Texto em negrito</strong><br />
<em>Texto em itálico</em>
</body>
</html>

Links Úteis

Maiores informações sobre HTML e suas tags:
http://www.w3schools.com/html/
http://www.w3schools.com/tags/

JAVASCRIPT

É uma linguagem de programação do lado do cliente (client-side), interpretada pelos browsers.
Comumente utilizada para validação de formulários e comunicação de forma assíncrona de dados com o servidor (conceito conhecido como AJAX).
Pode tanto aparecer em blocos delimitados por tags “<script>” em documentos html ou em arquivos separados.

<!-- JavaScript em blocos delimitados -->
<script language="javascript“>
alert(“Mensagem”);
</script>

<!-- Link para um arquivo de códigos JavaScript -->
<script src=“codigos.js" type="text/javascript"></script>

Exemplo:


<html>
<head>
<script language="javascript“>

function Carregar()
{
document.getElementById(“texto").innerHTML = "Pronto...";
}

</script>
</head>
<body>
<a href="#" onclick=“Carregar()">Próxima página</a>
<div id=“texto"></div>
</body>
</html>

O Visual Studio oferece aos desenvolvedores, além de inline sense para JavaScript, compatibilidade entre os objetos criados no servidor com os pseudos objetos JavaScript presentes no cliente, lembrando que JavaScript não é Orientado a Objeto.

Links Úteis

Maiores informações sobre JavaScript:
http://www.w3schools.com/js/

Artigo sobre a pseudo orientação a objeto do JavaScript no Visual Studio:
http://msdn.microsoft.com/pt-br/magazine/cc163419.aspx

ASP.NET

Tecnologia mais evoluída e mais flexível, sucessora do Active Server Pages (ASP)

O processamento dos formulários web (Web Forms) são feitos do lado do servidor (Server-side)
Independente de linguagem

Possui grande facilidade para interagir com Web Services, assim como facilidade para desenvolver um.
Independente de browser (o .NET Framework reconhece a versão do browser e envia o código html e script correspondente)

O ASP.NET pode ser utilizado com qualquer linguagem suportada pelo CLR.

Permite separação entre código e o design da página.

Provê, além de muitas outras funcionalidades, facilidade de gerenciamento de persistência de estado no lado cliente (view state) e no lado servidor (session).

Componentes de uma Página ASP.NET

Componente Visual
Visão de Design
Visão de HTML

Lógica de interface de usuário

Como implementar código

Três métodos para adicionar código:
Colocando código no mesmo arquivo do conteúdo (misto)

Colocando código numa sessão separada (code-block) no arquivo de conteúdo (código inline)

Colocando código em um arquivo separado (code-behind pages)

Code-behind pages é a opção padrão no Visual Studio .NET

ASP.NET Vantagens

  • Permite criação de Web Forms, Mobile Web Forms e Web Services.
  • ASP.NET é parte do .NET Framework.
  • Múltiplas linguagens e programação orientada a objetos:
    • C#,VB.Net, C++.Net, etc.
  • Com o Visual Studio.NET:
    • Ferramenta RAD para construção de aplicações web.
    • Suporte Debugging.
  • Separação de Código e Interface.
  • Proteção de Código Fonte.
  • Mantém automaticamente o estado da página.
  • Suporte MultiBrowser.
  • Simples Validação dos Forms.
  • Para grande parte das aplicações não é necessário conhecer HTML e JavaScript.

CICLO DE VIDA DE UMA PÁGINA ASP.NET

O ciclo de vida de uma página ASP.NET apresenta cinco estágios básicos:

Como funciona o ASP.NET?

Internet Information Services (IIS)

  • Conjunto integrado de serviços de rede
  • Permite publicar conteúdo e disponibilizar arquivos e aplicações em um ambiente Internet/Intranet.
  • Integrado ao sistema operacional
  • Dotado de uma interface administrativa cem por cento gráfica
  • Web Server
  • Hospedagem de web sites
  • Site FTP e grupos de notícias
  • Diretório Virtual

IDE – Servidor Web Interno

Utilizado durante o desenvolvimento da aplicação
Não necessita de configurações adicionais
Não precisa IIS, porém pode ser integrado a ele
Não necessita Extensões FrontPage

Bom pessoal, ficamos por aqui, hoje abordamos somente um overview sobre o fluxo que se passa para desenvolver para web.
Semana que vem iremos aprofundar mais e começar a colocar a mão na massa programando para a Web utilizando esta poderosa linguagem.

Aguardo vocês na próxima semana!

Att,
Victor Santos

Resumo Codeshow 2010

No último dia 27 de maio, a WebFinal participou do CodeShow 2010 realizado pela VISIE e patrocinado pelo UOLHOST e PAGSEGURO.

Para quem não pode participar, aqui vai um resumo de como foi o CodeShow. Como o evento estava dividido em 2 ambientes (programação e design), vai abaixo um resumo por cada ambiente e depois uma observação geral.

DESIGN:

O assunto abordado foi a utilização do HTML 5 e CSS 3, mas para quem esperava algo mais avançado, as novidades dessas linguagens, ficaram desapontados. Apesar da VISIE ser uma empresa renomada no mercado de programação, ficou no ar que o evento de design visava mais ensinar quem está começando do que quem já vem trabalhando no mercado como no caso da WebFinal.

Apenas um assunto chamou a atenção nesse caso, que foi a tendência do mercado ir para o lado de sites adaptáveis para MOBILE (smartphones).

Mas não passou disso, a VISIE prometeu um próximo evento mais avançado, vamos ver.

PROGRAMAÇÃO:

Na sala ao lado, enquanto Eric e os amigos de Design “brincavam” estávamos trabalhando sério.
Foi desenvolvido um robusto site em python utilizando o framework de desenvolvimento Web2PY.
Poderia ter sido mais proveitoso se estivéssemos participando diretamente do projeto, vimos muitas telas de erro, e nossa missão como programadores se resumiu a apenas dar soluções para as falhas dos programadores da Visie.
Não houve abordagens de jqurey, rails ou alguma outra linguagem, foi apenas utilizado o Web2PY e feita uma simples integração com PagSeguro utilizando a biblioteca disponibilizada pela prórpia Visie para utilização com Python.

O que pode-se tirar de proveitoso foi também afirmar mais uma vez que a tendência WEB se mantém voltada para o MVC, área que a WebFinal quer investir e utilizar em seus desenvolvimentos.

Esperamos mesmo que a Visie faça algo mais avançado para os programadores “hard core”, que gostam de desafios e por a mão na massa.

Em poucas palavras…
Enfim um evento com um apelo bem promissor mas que ficou devendo em vários aspectos. A não ser na organização e no patrocínios (UOL Host e PAGSEGURO) que estão de parabéns. Para quem ta começando foi um prato cheio, mas pra quem está no mercado, acabou vendo o que já vê no dia a dia.

Abaixo algumas fotos do evento:

Café da manhã:

Sala de design: